Eventos nacionais de Extensão que seriam sediados pela UNIFAL-MG em 2020 ocorrerão na UFMG; após cortes, instituições públicas mineiras formam rede de apoio para realização

No ano de 2020, a UNIFAL-MG realizaria no campus Poços de Caldas, o 45º Encontro Nacional do Fórum de Pró-Reitores de Extensão das Instituições Públicas de Educação Superior (Forproex) e a 9ª edição de um dos maiores eventos de extensão do Brasil, o Congresso Brasileiro de Extensão Universitária (CBEU), conforme notícia divulgada em 29/06/2018. Porém, com os impactos dos cortes orçamentários, a Universidade encontrou dificuldades na organização dos eventos e buscou a parceria da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Segundo a pró-reitora de Extensão da UNIFAL-MG, Profa. Eliane Garcia Rezende, a decisão foi tomada durante o encontro regional dos pró-reitores realizado em abril, na cidade de Resende-RJ. “Em consonância com as deliberações do Forproex  Regional foi pensado na criação de uma rede entre as instituições públicas mineiras para apoiar a realização dos eventos”, afirmou, acrescentando: “Ficou definido que a UFMG será o local dos eventos,  o que reduzirá os custos de realização, pois sua estrutura física e administrativa já tem instrumentos que permitem atender boa parte das necessidades para os dois eventos.”

Para Profa. Eliane, o fato de ocorrer em Belo Horizonte também ajudará a diminuir custos para os participantes, tendo em vista que o deslocamento para o interior do estado demandaria outra logística, já que o CBEU recebe congressistas das instituições públicas de todas as regiões do país. Além disso, a rede formada pelas instituições públicas mineiras apoiará na organização geral dos eventos. “Algumas instituições públicas mineiras já manifestaram seu apoio colocando à disposição equipamentos,  recursos humanos,  contribuição com compra de algum material de consumo necessário à organização e estruturação dos eventos,  tais como:  tendas,  cadeiras, equipamentos de som, compra de camisetas para a equipe organizadora,  serviços gráficos, entre outros”, revelou.

O reitor da UNIFAL-MG analisa a realização conjunta com a UFMG e com o apoio de outras instituições públicas de ensino superior de Minas Gerais como decisão estratégica e positiva perante o cenário de contingenciamento da Educação. “Em primeiro lugar é uma decisão de prudência do ponto de vista da economia, tanto para as instituições, já que caso fosse realizada por uma instituição, esta teria que fazer investimentos de capital que estão contingenciados em 90%; e também para os próprios congressistas que vão participar do evento, os quais teriam que fazer um deslocamento para São Paulo ou Belo Horizonte e depois para o interior, o que realizando em Belo Horizonte se torna um pouco mais econômico. Outro aspecto que merece destaque é o fato de a realização ser em rede nessa edição, o que mostra um cuidado com a qualidade desse evento tão importante e, também, a união das instituições públicas de ensino superior para o enfrentamento desse momento de redução de investimentos na Educação”, comenta.  “Com instituições em parceria estamos dizendo que nós vamos mobilizar todas as nossas forças, fazer todo o possível para garantir que a Extensão, que faz parte do tripé fundamental das universidades no ensino superior, possa ser realizada com força, beleza e com muita potência”, declarou.

Até o momento já confirmaram apoio, as universidades federais de São João del Rei (UFSJ), de Juiz de Fora (UFJF), de Ouro Preto (UFOP), de Uberlândia (UFU), dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM), Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG), institutos federais de Minas Gerais (IFMG), do Triângulo Mineiro (IFTM), Sul de Minas (IFSULDEMINAS) e o Centro Federal de Educação Tecnológica (Cefet-MG).

O Congresso Brasileiro de Extensão Universitária é realizado a cada dois anos e reúne as instituições públicas de ensino superior, com o objetivo de discutir os desafios da extensão universitária no Brasil e os cenários e potencialidades de integração com a sociedade. O último encontro ocorreu em Natal, em 2018, e reuniu cerca de 8 mil pessoas, contabilizando 3.500 trabalhos aprovados e 166 oficinas realizadas.

A UNIFAL-MG foi escolhida para sediar o evento devido às comemorações dos 15 anos de transformação em universidade federal, que serão celebrados em 2020, sendo a primeira instituição criada pelo Programa do Governo Federal de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais Brasileiras (Reuni) a receber o CBEU. O Reuni é parte integrante de um conjunto de ações do Governo Federal no Plano de Desenvolvimento de Educação do MEC instituído pelo Decreto Presidencial 6.096, de 24 de abril de 2007, com o objetivo de dar às instituições condições de expandir o acesso e garantir condições de permanência no Ensino Superior.

Copy link
Powered by Social Snap