Servidora da Universidade conclui mestrado sobre potencial antitumoral de complexos de paládio em linhagens celulares de câncer de mama

Bruna Alexandre Oliveira da Silva é mais uma técnica-administrativa em educação que conseguiu realizar um curso de mestrado na UNIFAL-MG. A servidora recebeu o certificado das mãos do reitor, Prof. Sandro Amadeu Cerveira, na Reitoria, na tarde da última segunda-feira (03/06), pelo estudo sobre o potencial antitumoral de seis complexos de paládio em duas linhagens celulares de câncer de mama.

Sob orientação da Profa. Cibele Marli Cação Paiva Gouvêa, Bruna integrou o Programa de Pós-Graduação em Biociências Aplicadas à Saúde, na área de concentração de fisiopatologia e recebeu o título de mestra pela dissertação “Citotoxicidade de complexos de paládio(ii) para as linhagens mcf-7 e mda-mb-435 de adenocarcinoma mamário humano”, defendida em abril de 2019. De acordo com ela, os complexos de paládio apresentam analogia estrutural e termodinâmica à cisplatina, um fármaco já utilizado no tratamento do câncer de mama, mas que causa inúmeros efeitos adversos, o que a levou a estudar os complexos de paládio que exibem, segundo a literatura, menores efeitos adversos em relação à cisplatina.

A proposta de pesquisa surgiu do interesse da servidora pelo trabalho que já estava sendo desenvolvido no laboratório no qual exerce suas atividades enquanto técnica. “O laboratório de cultura de células coordenado pela Profa. Cibele já trabalhava nessa linha de pesquisa em parceria com o Prof. Eduardo Tonon, do laboratório de Química Inorgânica, que sintetizou os complexos. Os trabalhos me despertaram interesse e resolvi realizar o mestrado nessa área”, contou Bruna.

Segundo ela, os resultados foram positivos, uma vez que “os complexos testados apresentaram potencial antitumoral e antimetastático, o que justifica continuar a pesquisa e, possivelmente, testar os complexos in vivo”.

Graduada em Farmácia pela UNIFAL-MG e servidora desde 2014, Bruna afirma ser um privilégio poder continuar sua formação profissional na Instituição em que trabalha: “agradeço a Universidade e minha orientadora a oportunidade oferecida. Chegar até aqui não foi nada fácil, demanda empenho e dedicação. Mas receber esse diploma é a conquista de um sonho, de ter meu trabalho reconhecido”, finaliza.

Copy link
Powered by Social Snap