Projeto de extensão qualifica agentes de Saúde e representantes da rede pública de Educação de 26 municípios da região para aprimorar o Programa Saúde na Escola

Representantes das Secretarias de Saúde e de Educação de 26 municípios da região se reuniram na UNIFAL-MG na quinta-feira (08/08), para participar do primeiro encontro do projeto de extensão “Qualificação do Programa Saúde na Escola nos Municípios da Superintendência Regional de Saúde de Alfenas”.

O projeto tem a finalidade de qualificar as ações do Programa Saúde na Escola (PSE), criado em 2007. Este programa é uma política intersetorial da Saúde e da Educação, voltado para o desenvolvimento de crianças, adolescentes, jovens e adultos da educação pública brasileira a fim de promover saúde e educação integral.

Conforme a coordenadora do projeto de extensão, Profa. Simone Albino, da Escola de Enfermagem, a ideia do projeto partiu de uma demanda apresentada pelo Núcleo da Atenção Primária da Superintendência Regional de Saúde de Alfenas (SRS), após a identificação das necessidades de qualificação das ações do Programa Saúde na Escola.

“As atividades desenvolvidas no PSE vêm ao encontro das temáticas trabalhadas em vários cursos de graduação e pós-graduação da UNIFAL-MG, que necessitam ser desenvolvidas na realidade social como forma de promoção da saúde e de superação das dificuldades enfrentadas pelos educandos, que muitas vezes comprometem o seu pleno desenvolvimento como ser humano e cidadão brasileiro”, comenta Profa. Simone.

Durante o encontro com os representantes dos municípios que fazem parte da Superintendência Regional de Saúde de Alfenas, Profa. Simone explicou que a proposta da capacitação é realizar sete encontros para promover a excelência na realização de 12 ações previstas pelo Ministério da Saúde sobre as temáticas:

  1. Combate ao mosquito Aedes aegypti;
  2. Promoção das práticas corporais, da atividade física e do lazer nas escolas;
  3. Prevenção ao uso de álcool, tabaco, crack e outras drogas;
  4. Promoção da cultura de paz, cidadania e direitos humanos;
  5. Prevenção das violências e dos`acidentes;
  6. Identificação de educandos com sinais de agravos de doenças em eliminação;
  7. Promoção e avaliação de saúde bucal e aplicação tópica de flúor;
  8. Verificação e atualização da situação vacinal;
  9. Promoção da segurança alimentar e nutricional e da alimentação saudável e prevenção da obesidade infantil;
  10. Promoção da saúde auditiva;
  11. Direito sexual e reprodutivo e prevenção de DST/AIDS;
  12. Promoção da saúde ocular.

Na abertura da capacitação, a referência técnica da Superintendência Regional de Saúde de Alfenas, enfermeira Emily Rezende Avelar, falou sobre a importância da criação de um Grupo de Trabalho Intersetorial (GTI), Saúde e Educação, para apoiar a implementação do Programa Saúde na Escola no planejamento, no monitoramento, na execução, na avaliação e na gestão dos recursos financeiros.

Esse grupo, que pode contar com gestores das secretarias de Saúde e de Educação, representantes das equipes de Atenção Básica, representantes das escolas, dos jovens e das pessoas da comunidade local e outros representantes de  instâncias municipais que trabalhem com as temáticas do PSE, ajudará a articular as ações a serem desenvolvidas no Programa Saúde na Escola e que será o público-alvo desta ação de extensão no sentido de capacitar seus integrantes, a serem indicados pelo município.

O encerramento da capacitação está agendado para 13 de dezembro com a previsão de apresentação das experiências de sucesso dos municípios participantes.

Fotos: Dicom/UNIFAL-MG

Copy link
Powered by Social Snap