Médico-docente da Faculdade de Medicina da UNIFAL-MG fala sobre o Alzheimer em reportagem que analisa as causas do desaparecimento de idosos em Minas

No dia 05/09, o Jornal EPTV 1ª Edição apresentou dados relativos ao desaparecimento de idosos em Minas Gerais. Na reportagem, uma das causas relacionadas aos acontecimentos foi o Alzheimer, a doença degenerativa mais comum, conforme explica o professor da Faculdade de Medicina, Edvaldo José Rodrigues, ao longo da matéria.

Segundo o docente, pequenos detalhes e esquecimentos merecem atenção. “A demência, nome científico dado para a perda de memória, pode ter várias causas. Quem pode identificar isso é o clínico”, afirma o Prof. Edvaldo quando comenta a importância de se levar os idosos ao médico em caso de pequenas falhas de memória, uma vez que essas falhas podem ocasionar os desaparecimentos.

Como foi exibido durante a reportagem, dados da Secretaria de Segurança Pública mostram que, entre os mais de 5 mil desaparecidos no primeiro semestre do ano, cerca de 150 foram idosos. Por isso, a recomendação é a procura pela polícia, seja a delegacia ou o quartel, para registrar a ocorrência e facilitar a divulgação de informações por todo o Estado.

Confira na íntegra:

A reportagem está disponível também no link: https://globoplay.globo.com/v/7899182/programa/

*Milena Favalli Simão é estagiária da Diretoria de Comunicação Social da UNIFAL-MG

Copy link
Powered by Social Snap