Cineclube UNIFAL-MG exibirá filme inédito e ainda não disponível nos cinemas brasileiros nesta quinta-feira, 14/11; prestigie a história de “Campeões” com áudio e legendas em espanhol

O Cineclube UNIFAL-MG, em parceria com a Pró-Reitoria de Assuntos Comunitários e Estudantis (Prace), exibirá nesta quinta-feira, 14/11, o filme inédito “Campeões”, que ainda não está disponível nos cinemas brasileiros. Com entrada franca, a atividade, destinada ao público acadêmico e externo à Universidade, acontecerá às 19h30 no auditório Dr. João Leão de Faria. Na ocasião, o filme será exibido com áudio e legendas em espanhol.

Sobre o filme

O filme narra a história de Marco Montes (Javier Gutiérrez), um técnico de um importante time espanhol de basquete que, após uma discussão durante um jogo, acaba provocando um acidente com seu carro e é sentenciado a prestar 90 dias de serviço comunitário. Relutante, ele vira o treinador de um time formado apenas por deficientes mentais e cria um forte e inesperado laço com as pessoas de lá.

A história do filme tem seu valor na inclusão, já que os coadjuvantes sofrem de algum tipo de incapacidade mental. Três exemplos: um tem Síndrome de Down, um outro é autista e um senhor não toma banho por causa de um trauma com a água.

Do gênero comédia, o filme foi inspirado na história da equipe de basquete Aderes Burjassot, formada por pessoas com deficiências intelectuais, que ganhou doze campeonatos espanhóis nos anos de 1999 e 2014. O filme ganhou o prêmio Goya 2019 (equivalente ao Kikito no Brasil) de melhor filme e mais dois prêmios (melhor ator revelação, para Jesús Vidal, e canção original) e concorreu em outras oito categorias: melhor ator, atriz revelação, ator coadjuvante, roteiro original, direção, montagem, som e direção de arte. Ou seja: foi um campeão em número de indicações.

Prof. Italo com Juan Margallo, ator, dramaturgo e diretor de teatro espanhol, que participa do filme “Campeões” (Foto: arquivo pessoal Prof. Italo)

Participa do elenco, Juan Margallo, ator, dramaturgo e diretor de teatro espanhol considerado um dos principais atores do teatro espanhol. Vale mencionar que o ator foi muito amigo do pai, já falecido, do professor Italo Riccardi León, do Instituto de Ciências Humanas e Letras (ICHL), um dos coordenadores do projeto Cineclube. Em setembro de 2018, o professor encontrava-se participando num Congresso Cervantista na Espanha, realizado na Universidade Complutense de Madri, quando soube do lançamento do filme e, ao fazer contato com Juan Margallo, foi convidado para assistir um dos lançamentos do filme. No filme, ele faz um papel de responsável do local (ginásio) onde o protagonista deverá prestar serviço comunitário.

Sobre o projeto

O Cineclube integra o programa Civitas – Teorias e Práticas do Literário, que está vinculado à Pró-Reitoria de Extensão (Proex) da UNIFAL-MG. Com o objetivo de desenvolver o princípio universal de formação integral do cidadão por meio do cinema e da sua inclusão em processos imagéticos de leitura e letramento audiovisual, educação e cultura, o projeto promove a apresentação de produções cinematográficas gratuitamente.

Copy link
Powered by Social Snap