“O Sul de Minas conta com a UNIFAL-MG”; profissionais graduados pela Universidade e discentes de Enfermagem contribuem com a Saúde Pública das cidades de Campestre e Coqueiral pela ação “O Brasil Conta Comigo”

A ação estratégica “O Brasil Conta Comigo”, que tem o objetivo de otimizar os serviços de saúde do SUS durante a pandemia, a partir da convocação de alunos de cursos de graduação da área da saúde, passou a contar com a colaboração de discentes do curso de Enfermagem desde agosto deste ano. Supervisionados por enfermeiros, os alunos cumprem 40 horas semanais nos serviços de saúde das cidades de Campestre e Coqueiral, em Minas Gerais, atuando em áreas compatíveis com práticas e estágios específicos da Enfermagem. No total, 8 alunos participam da ação; destes, 3 alunas já colaram grau.

O trabalho é desenvolvido em unidades ambulatoriais, hospitais gerais ou especializados, rede básica de atenção à saúde ou outros serviços em que o enfermeiro desempenha atividades profissionais. Segundo a professora da Escola de Enfermagem da UNIFAL-MG, Cristiane Aparecida Silveira Monteiro, os alunos atuam diretamente no enfrentamento à Covid-19, realizando orientações em saúde no momento em que a equipe está envolvida com outras atividades. “Assim, eles contribuem para a organização do processo de trabalho e para a promoção da saúde e prevenção de doenças dos usuários”, completou a docente.

Conforme explicou à Dicom, para não fragilizar a situação do aluno, nem colocá-lo em posição de risco, a professora responsável pela disciplina de Estágio Curricular, Adriana Olimpia Barbosa Felipe, também da Escola de Enfermagem, orienta e acompanha a participação dos discentes e faz reuniões remotas semanais. “Como a formação em enfermagem engloba também a conscientização do papel social do enfermeiro, especialmente no momento pelo qual passa o país e pela relevância de sua participação no esforço de combate à pandemia, para os estudantes, é uma oportunidade ímpar”, disse a professora Cristiane Monteiro. Os convocados atuam, também, em consultas de enfermagem, atendimento direto aos pacientes, avaliação da assistência, acompanhamento de atividades de formação continuada, ações de prevenção e controle doenças, projetos de educação em saúde e planejamento e avaliação dos serviços executados.

De acordo com a discente Larissa Barros de Oliveira, poder realizar o estágio em uma outra cidade, com estrutura, serviços e rotinas diferentes, tem sido enriquecedor. “Além disso, participar de um serviço de saúde em uma pandemia é uma experiência que talvez nunca mais terei durante a minha vida profissional. Aceitar o desafio e começar do zero foi uma superação e, profissionalmente, estagiar nessas instituições é uma experiência diferente”, contou.

Para ela, o principal desafio na atuação nos serviços de saúde, no começo, foi o processo de adaptação tanto para os discentes quanto para os profissionais. “Com o tempo, fomos ganhando espaço, e, hoje, acho que o maior desafio mesmo é fazer estágio em uma cidade diferente e continuar o vínculo com a universidade”, finalizou.

“O Brasil conta comigo” foi uma ação instituída pela Portaria nº 492, de 23 de março de 2020, considerando a Lei Federal nº 13.979, de 06 de fevereiro de 2020. Além da experiência profissional, os participantes têm um adicional de 10% nos processos seletivos públicos de residência promovidos pelo Ministério da Saúde, recebem bolsa de 1 salário-mínimo e certificação.

Para participar da iniciativa, acesse o sítio http://sgtes.unasus.gov.br/apoiasus/ e preencha a “Ficha do Aluno”.

Copy link
Powered by Social Snap