“Fisioterapia & Atenção Primária à Saúde: desafios para a formação e atuação profissional” – Ricardo Goes de Aguiar et al.

A falta de referências na área de saúde coletiva com foco em ensino-aprendizagem para os cursos de Fisioterapia no Brasil foi o que motivou a organização da obra intitulada “Fisioterapia & Atenção Primária à Saúde: desafios para a formação e atuação profissional”, que contou com o professor Ricardo Goes de Aguiar, do Instituto de Ciências da Motricidade (ICM) da UNIFAL-MG, na organização. A obra reuniu 54 autores de todas as regiões do país, e teve um capítulo assinado pela professora Neidimila Silveira, também da UNIFAL-MG.

“Estamos muito felizes com o resultado e os retornos que temos recebido são positivos. Com a participação de mais de 50 estudantes, professores, profissionais e pesquisadores de todas as regiões do país, acredito que conseguimos atingir o objetivo de apresentar um panorama nacional do estado atual da área”, afirma Prof. Ricardo Goes de Aguiar, um dos organizadores. (Foto: arquivo pessoal)

O livro é composto por 25 capítulos, cujos temas são divididos em três partes, sendo a primeira parte reservada às bases teóricas e conceituais sobre a formação e atuação do fisioterapeuta no Sistema Único de Saúde (SUS) e na Atenção Primária à Saúde.

A segunda parte reúne um panorama de experiências de sucesso na integração da formação na área de Atenção Primária à Saúde. “Foram selecionados pelo menos um curso de Fisioterapia em cada região do Brasil de forma a identificar potenciais e dificuldades na formação de fisioterapeutas nesse nível de atenção à saúde”, revela o organizador.

Na última parte, estudantes, professores e profissionais de fisioterapia compartilham histórias vivenciadas no universo da Atenção Primária à Saúde e as estratégias adotadas para assegurar os princípios e diretrizes do SUS e a qualidade da atenção à saúde ofertada à população.

Ao todo são 354 páginas de conteúdo relevante sobre a área.

Para desenvolver a obra foi constituída uma rede formada por docentes, profissionais e estudantes com experiências de sucesso. A proposta do grupo foi contemplar a visão sobre o desenvolvimento da atuação do fisioterapeuta na Atenção Primária à Saúde e apresentar as perspectivas para o futuro.  “Eu atuei na organização da obra juntamente à Ana Carolina Basso Schmitt, à Flávia Rúpolo Berach e ao Paulo Henrique dos Santos Mota, que são da USP, onde faço doutorado, além de ter sido autor de dois capítulos”, explica Prof. Ricardo.

Como produto de um movimento em rede que mobilizou 54 autores, entre estudantes, profissionais e docentes de todas as regiões do Brasil, o livro tem o intuito de estimular o engajamento dos diversos atores envolvidos com a área da saúde, especialmente da Fisioterapia, na participação, vivência e reflexão da realidade, particularmente na Atenção Primária à Saúde.

“O livro fortalece as práticas de inserção da Fisioterapia na APS pautadas em evidências e relatos exitosos das mais diversas universidades e serviços de saúde”, comenta Profa. Neidimila Silveira, autora de um dos capítulos. (Foto: arquivo pessoal)

De acordo com Prof. Ricardo, a escolha pelo tema Atenção Primária à Saúde foi consequência da importância desse segmento para o fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS). “A atenção à saúde é a porta primária de acesso da população ao sistema de saúde e deve ter capacidade de resolver cerca de 80% dos problemas de saúde de uma comunidade”, frisa.

Autora de um dos capítulos que trata da experiência de formação em Fisioterapia na Atenção Primária à Saúde, a docente Neidimila afirma ter sido uma oportunidade muito rica poder contribuir para a elaboração dessa obra. “O convite para colaboração em um dos capítulos do livro foi enriquecedor e permitiu a troca de experiências com autores de diversas regiões”, comenta, acrescentando: “O livro fortalece as práticas de inserção da Fisioterapia na APS pautadas em evidências e relatos exitosos das mais diversas universidades e serviços de saúde.”

Prof. Ricardo relatou que a experiência na organização foi um desafio e também uma satisfação, por entender que a obra cumpriu a proposta de apresentar o cenário atual da área. “Estamos muito felizes com o resultado e os retornos que temos recebido são positivos. Com a participação de mais de 50 estudantes, professores, profissionais e pesquisadores de todas as regiões do país, acredito que conseguimos atingir o objetivo de apresentar um panorama nacional do estado atual da área.”

O lançamento da obra estava previsto para o Congresso Brasileiro de Fisioterapia que seria realizado em maio de 2020, o qual foi adiado para 2021, em decorrência da pandemia da Covid-19. Porém, a versão impressa e eletrônica já está disponível na página da editora Thieme-Revinter, neste link.

A obra também pode ser encontrada em diversas livrarias e portais de comércio eletrônico, como Amazon, Google Books, Magazine Luiza, DiLivros, Saraiva, Kobo, entre outras.

Uma referência que contribuirá para debates sobre as diretrizes curriculares nacionais

“Fisioterapia & Atenção Primária à Saúde: desafios para a formação e atuação profissional” integrará congressos nacionais de Fisioterapia com a proposta de contribuir para a discussão das diretrizes curriculares.

Segundo Prof. Ricardo, como a obra reúne experiências vivenciadas por fisioterapeutas que atuam na atenção primária em diferentes regiões do país, apresenta olhares diversos sobre a temática, o que permite aos leitores ter acesso às estratégias adotadas para assegurar os princípios e diretrizes do SUS. “Futuramente, em uma nova edição, pretende-se trazer novas experiências de outros autores em diferentes realidades, considerando as mudanças que ocorrem na regulamentação e financiamento das ações de atenção à saúde”, finaliza.

Copy link
Powered by Social Snap