“The Twenty-First Century Mechanistic Theory of Human Cognition: A Critical Analysis” – Diego Azevedo Leite

Com o objetivo de avaliar criticamente a Teoria Mecanicista da Cognição Humana (TMCH), uma das grandes teses no campo contemporâneo da ciência cognitiva, o psicólogo e servidor técnico-administrativo do Centro Integrado de Atenção à Saúde e Segurança do Trabalho (CIAST/UNIFAL-MG), Diego Azevedo Leite, publicou a obra The Twenty-First Century Mechanistic Theory of Human Cognition: A Critical Analysis internacionalmente, em dezembro de 2020, pela Editora Springer.

O autor Diego Leite conta que, ao terminar o doutorado e enviar a tese para colegas, uma amiga disse que o trabalho merecia se tornar publicação de maior amplitude. “Ela me passou o contato da Editora Springer, que foi muito receptiva, e, assim, o material foi enviado para avaliação interna. Os avaliadores gostaram do trabalho, eu acertei as condições de publicação e, em seguida, iniciou-se todo o processo”, compartilhou. (Foto: Arquivo Pessoal/Diego Azevedo Leite)

Escrito em inglês e composto por 200 páginas, o livro é resultado da pesquisa de doutorado do servidor, feita de 2014 a 2018, na Universidade de Trento (Itália), e, por seis meses,  na Universidade de Osnabrück (Alemanha). “É por conta de ter feito o doutorado integralmente fora do Brasil que o livro foi escrito em língua inglesa. Do início de 2018 até o final de 2020, o trabalho foi sendo revisado, aperfeiçoado e atualizado em relação ao conteúdo, à estrutura e às referências. Portanto, a publicação é, ao todo, aproximadamente, fruto de seis anos de trabalho”, explicou o psicólogo Diego Leite.

Segundo ele, o livro também é consequência de suas reflexões feitas desde quando ingressou no curso de graduação em Psicologia, em 2006, na Universidade Federal de Juiz de Fora. “Desde o início do curso, praticamente, eu direcionei a minha atenção para debates teóricos centrais da área. Essa base teórica sólida, inclusive, tem sido fundamental para o desenvolvimento do meu trabalho na UNIFAL-MG”, salientou.

Na obra, o autor avalia se a TMCH fornece uma abordagem unificadora da cognição humana, bem como apresenta uma investigação da consistência interna e externa desta teoria. “O texto fornece um novo olhar sobre debates mais recentes, considerando aspectos relacionados à ciência e neurociência cognitiva. Trata-se de um trabalho teórico o qual mostra, como resultado, que a TMCH fornece uma contribuição teórica significativa para o campo estudado, embora não seja, ainda, capaz de oferecer a integração prometida por seus maiores defensores”, comentou o servidor técnico-administrativo.

Com caráter original, o livro também compara rigorosa e sistematicamente propostas teóricas específicas. “Não há, ainda, na literatura especializada relevante, uma outra obra que faça um estudo tão detalhado desta nova teoria mecanicista da cognição humana”, completou. De acordo com o autor, o conteúdo da obra é útil para psicólogos, estudantes e professores de Psicologia e pessoas interessadas pelas questões discutidas.

O livro se divide em 7 capítulos, incluindo introdução e conclusão: os capítulos 2 e 3 discutem aspectos mais centrais da TMCH, ao passo que os capítulos 4, 5 e 6 concentram discussões de teorias alternativas que apresentam obstáculos para a TMCH. “Se a produção tiver uma repercussão boa no Brasil, eu penso em fazer uma proposta para a Springer, a fim de fazer uma tradução para o português. Acredito que, assumindo o papel de autor e tradutor, o processo possa ser mais fácil. Não posso dizer quando exatamente uma tradução irá sair, mas eu gostaria que fosse logo. Ficaria muito feliz de ver o meu livro sendo publicado na minha língua materna”, finalizou.

A obra pode ser adquirida tanto na versão on-line quanto na versão impressa, no site da Editora Springer ou na Amazon nacional e internacional. 

Copy link
Powered by Social Snap