Professor de epidemiologia da UNIFAL-MG explica evolução da Covid-19 no Sul de Minas em Jornal da EPTV

Na sexta-feira (5),  o professor de epidemiologia Sinézio Inácio da Silva Júnior, da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da UNIFAL-MG, analisou os dados sobre a Covid-19 no Sul de Minas Gerais, no  Jornal EPTV – 1ª Edição. Conforme o docente, a partir de novembro, com as eleições, aconteceu um crescimento exponencial do número de casos de Covid-19, mas também ressaltou a boa notícia da queda na média móvel semanal de casos desde o dia 1º  de fevereiro.

O professor também abordou os riscos das pequenas aglomerações, reuniões familiares e festas clandestinas e da necessidade das fiscalizações por parte dos entes públicos. Segundo ele, cabe as prefeituras agir com rapidez no rastreio do contato dos casos para que se quebre a cadeia de transmissão do coronavírus.

Quanto ao Carnaval 2021, o docente concorda com a proibição da festa para evitar viagens e aglomerações, e alerta: “Nós temos, por exemplo, as tais variantes dos vírus, do vírus Sars-CoV-2, que podem chegar mais facilmente aos nossos municípios, trazidas por pessoas que deles saem […]. Então esse cuidado tem que ser muito bem tomado, porque quando a gente fala […] que é dentro das casas que existe uma grande transmissão […]. Mas pra chegar na casa das pessoas, aos mais vulneráveis, esse contágio inicial tem que vir da rua. E esse viajar pode favorecer isso também”. Finalizando, Sinézio relata que a previsão pra fevereiro e março no Sul de Minas, sugere uma queda no número de casos. Entretanto, o número de mortes ainda tende a aumentar. Ele destaque a importância da prevenção e dos cuidados e, que  se as pessoas estiverem bem conscientizadas neste Carnaval, as mortes poderão diminuir.

Confira a reportagem completa:

Disponível no link: https://globoplay.globo.com/v/9243025/

Colaboração: Túlio Rabelo, estagiário de Comunicação Social da UNIFAL-MG campus Varginha.

Copy link
Powered by Social Snap