Estudo da UNIFAL-MG sobre os efeitos nutricionais de frutas nativas do sul de Minas é citado em matéria do G1

Os efeitos nutricionais e funcionais do marolo, fruta nativa que possui importância econômica para a cidade de Paraguaçu, do sul de Minas Gerais, têm sido estudados por pesquisadores da UNIFAL-MG. Para falar sobre essa fruta nativa da região, os jornais G1 e EPTV 1ª Edição repercutiram, no dia 09/02, a pesquisa.

Desenvolvido pelo professor da Faculdade de Nutrição da UNIFAL-MG, Bruno Martins Dala Paula, o estudo salienta que a substância espermidina, presente no alimento, contribui para a longevidade do ser humano. “A fruta é fonte de espermidina, uma poliamina que desempenha inúmeras funções na saúde humana. Há, até mesmo, pesquisas recentes a associando com a longevidade humana”, explicou o docente.

Desde 2010, o município de Paraguaçu, conhecido como a “terra do marolo”, celebra uma festa, cuja criação contou com a participação direta da UNIFAL-MG, ao fruto. Até o momento, já foram 11 edições.

Leia a matéria completa no site do G1: https://g1.globo.com/mg/sul-de-minas/noticia/2021/02/09/pesquisadores-estudam-efeitos-nutricionais-de-frutas-nativas-do-sul-de-minas.ghtml

Confira a citação do estudo da UNIFAL-MG no jornal da EPTV: https://globoplay.globo.com/v/9253015

Colaboração: Túlio Rabelo, estagiário de Comunicação Social da UNIFAL-MG - campus Varginha

Copy link
Powered by Social Snap