Pesquisa da UNIFAL-MG mostra estatística de mortes por Covid-19 entre idosos e jovens no estado de Minas Gerais

O vírus da Covid-19 já matou um a cada 91 idosos em Minas Gerais, conforme apontou estudo desenvolvido na UNIFAL-MG. O professor da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da UNIFAL-MG e coordenador da pesquisa, Sinézio Inácio da Silva Junior, divulgou os dados no jornal Estado de Minas, no dia 23/9.

Se analisados idosos com mais de 80 anos, um a cada 40 não resistiu à doença. Já entre crianças de 0 a 9 anos, a taxa de mortalidade de 2,83 é maior do que em adolescentes de 10 a 19 anos, que atingiu 2,15. Com o ciclo vacinal dos idosos completo a partir de agosto deste ano, o número de óbitos passa para um a cada 2.731 pessoas com mais de 60 anos. Os números também diminuíram entre os mais jovens, com uma morte a cada 2.838.848 adolescentes.

Ao jornal Estado de Minas, o pesquisador lamenta a estatística: “Ocorreram 75 mortes entre crianças de 0 a 9 anos. Destas, 39 foram entre bebês com menos de um ano de idade. Se formos pensar, o nosso descuido, para variar, é muito covarde, porque afeta os mais inocentes e desprotegidos: pessoas muito idosas e jovens muito jovens, que são os bebês”.

Confira a matéria completa no link:

https://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2021/09/23/interna_gerais,1308456/pandemia-da-covid-19-mata-um-a-cada-91-idosos-em-minas-gerais.shtml

Copy link
Powered by Social Snap