No Dia da Consciência Negra, professor da UNIFAL-MG fala sobre racismo estrutural e desafios enfrentados pela população negra

Em participação no Jornal da EPTV – 1ª Edição do Dia da Consciência Negra, 20/11, o professor e pesquisador do Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas (Neabi), Jackson Wilke da Cruz Souza, do Instituto de Ciências Sociais Aplicadas (ICSA), comentou os desafios enfrentados diariamente pela população negra.

“Não é um dia de celebração, é um dia de obviamente exaltar a cultura negra, a cultura que está tão atravessada na nossa sociedade. […] Mas, também, um dia de lutar, de resistir, de apontar, de reinvindicar os nossos direitos”, enfatizou. Na oportunidade, o docente falou sobre equidade e racismo, que se trata, segundo ele, de uma forma naturalizada de violência, de opressão.

Confira a reportagem completa:

Disponível no link: https://globoplay.globo.com/v/10058274/

Colaboração: Túlio Rabelo, estagiário de Comunicação Social da UNIFAL-MG campus Varginha

Copy link
Powered by Social Snap