Universidade recebe estudantes de ensino médio da região de Alfenas, Poços de Caldas e Varginha para mostra dos cursos de graduação ofertados pela Instituição

A UNIFAL-MG recebeu hoje (21/11), na Sede e na Unidade Educacional Santa Clara em Alfenas, mais de 1200 estudantes de ensino médio de escolas públicas e privadas da região. O objetivo foi dialogar com a sociedade e apresentar os 31 cursos de graduação ofertados pela Universidade, proporcionando informações que possibilitem aos futuros graduandos identificarem suas opções e afinidades, auxiliando-os na escolha de qual carreira seguir e o que encontrar no mercado de trabalho.

Os estudantes foram acolhidos por membros da comissão organizadora e acadêmicos que foram seus guias durante toda a visita. Foram elaborados 48 roteiros para atender todo o público, que foi dividido em grupos pequenos para conhecer a estrutura e os cursos da Instituição. Segundo um dos coordenadores do evento e diretor de Processos Seletivos da UNIFAL-MG, Júlio Cesar Barbosa, a organização realizou um levantamento de graduandos oriundos das escolas inscritas no evento para que os alunos pudessem compartilhar um vínculo desde a chegada à Sede. “A ideia foi lembrar que esse aluno veio da mesma escola, principalmente, das públicas, mostrando para os colegas que é possível estudar na universidade federal e que a universidade pública de fato é para todos”, disse.

Os alunos visitantes foram recebidos pelos dirigentes da UNIFAL-MG no auditório Dr. João Leão de Faria durante todo o dia (Crédito da imagem: Dicom/UNIFAL-MG)

A primeira parada de todos os visitantes foi no auditório Dr. João Leão de Faria, local em que o reitor, Prof. Sandro Amadeu Cerveira, e o vice-reitor, Prof. Alessandro Antonio Costa Pereira, deram as boas-vindas e apresentaram a Universidade. Em seguida, o reitor concedia a palavra ao pró-reitor de Assuntos Comunitários e Estudantis (Prace), Prof. Wellington Ferreira Lima, que falava sobre os serviços oferecidos pela Prace e dava dicas para os alunos que poderão precisar de auxílios ao ingressar no ensino superior público. O diretor da DIPS, Júlio, também recebeu a palavra para explicar a forma de ingresso na UNIFAL-MG, que acontece por meio do Sistema de Seleção Unificada (SiSU).

Para muitos alunos foi a primeira experiência na Instituição, que além de ser pública e perto de casa, oferece cursos de todas as áreas do conhecimento. Eduarda Melissa, de 17 anos, está cursando o 3º ano do Ensino Médio em um escola estadual de Alfenas e afirmou que o evento foi interessante, especialmente para quem ainda está em dúvida sobre qual profissão escolher: “no momento, desejo fazer Enfermagem aqui na UNIFAL-MG. Hoje estou conhecendo mais outros cursos e talvez eu possa me interessar por outro e seguir outra carreira. É sempre bom saber sobre as opções que temos”.

Já Vitória Rezende Costa, de 17 anos, não tem dúvidas: “eu já conhecia o campus de Varginha, aqui em Alfenas é a primeira vez que eu venho. Mas, eu quero fazer o Bacharelado Interdisciplinar em Ciência e Economia (BICE) e depois seguir com o curso de Ciências Contábeis”. Para a aluna da Escola Estadual Professor Antônio Domingos Chaves, de Varginha, o estímulo para escolher a UNIFAL-MG campus Varginha veio, principalmente, por ser a única instituição de ensino superior pública da cidade. “Eu desejo permanecer em casa e como sempre tive mais interesse na área de matemática e economia, tenho certeza que esse será o melhor curso para mim”, afirmou.

As estudantes do 2º ano do Colégio Sagrado Coração de Jesus, de Alfenas, Ana Carolina Santos Oliveira e Melissa Rocha Bernardes saíram entusiasmadas da exposição feita pelos acadêmicos de Ciências Biológicas. “Se você recebe a explicação de algo por alguém que tem paixão por aquilo que está fazendo, que está realmente interessado, é contagioso! Então, se você tem um mínimo de interesse, essa curiosidade aumenta. Facilita muito a escolha da profissão”, disse Ana Carolina, que revelou ter interesse em estudar sobre a vida e a natureza. Melissa ressalta que, apesar de gostar muito de desenho, poder cursar uma federal, na cidade de origem, pesa no momento da escolha: “antes de eu vir aqui hoje eu estava pensando em apenas Design Gráfico, agora, eu estou percebendo que eu gosto muito de biologia. Como ainda tenho tempo, vou procurar pensar mais pra esse lado e considerar uma escolha que seja boa e viável para mim”.

Durante o evento também foram promovidas atividades culturais, como a apresentação do projeto Ritmos e Elementos do Maracatu (Crédito da imagem: Ivanei Salgado)

Para os professores a ação da UNIFAL-MG é muito importante para os alunos conhecerem os cursos, tirarem dúvidas e terem contato com quem está cursando um curso no qual possuem interesse. “Hoje é muito difícil escolher uma profissão diante da quantidade de opções em diversas áreas. Antes era mais restrito, por isso, é importante esse momento para que eles possam entender e perceber que, mesmo na região em que vivem, há muitas possibilidades de emprego por causa dessa diversidade de cursos que existem hoje”, explica o professor de Física da Escola Estadual João Lourenço, de Areado, Laercio Jose do Nascimento. Para ele, a visita também é um incentivo para mudar a visão dos alunos de escola pública, pois mostra que pessoas da mesma realidade conseguem realizar seus sonhos e mudar de vida. “Essa visita é importante para desmistificar a ideia de que a universidade federal é só para quem tem dinheiro”, salienta.

Para outros, é também a chance de apresentar aos alunos o local de sua formação, como é o caso da professora de espanhol e redação, Jaqueline Lopes, egressa da primeira turma do curso de Letras – Espanhol da UNIFAL-MG e recém mestra pelo Programa de Pós-Graduação em História Ibérica. “Eu fico muito animada de poder trazer meus alunos aqui! Eu fiz a inscrição deles pois acredito que é uma experiência muito importante conhecer um pouco mais da UNIFAL-MG, que está tão perto e acessível de nós.  Nem todos sabiam quais cursos a Universidade oferece, e que ela é pública, gratuita e inclusiva também”, contou. A professora enfatiza ainda que os adolescentes possuem muitas dúvidas sobre o processo de seleção, que além da inscrição no SiSU, também possibilita entrar na lista de espera, desde que seja manifestado o interesse no site da UNIFAL-MG. “Eu achei importante trazê-los para tirarem essas dúvidas, não apenas dos cursos, mas também da forma de ingresso, além de conhecer os projetos que acontecem aqui, como PET, PIBID, todas as oportunidades disponíveis”, finaliza Jaqueline.

De acordo com Júlio, será feita uma avaliação do evento para que nos próximos anos a ação seja ampliada e ainda melhor. A previsão é que a 2ª edição do “UNIFAL-MG para Todos” aconteça em abril de 2020.

Fotos: Dicom/UNIFAL-MG

UNIFAL-MG para todos – Unidade Educacional Santa Clara – Fotos: arquivo pessoal Vanja Myra Barroso Vieira da Silveira

Copy link
Powered by Social Snap