UNIFAL-MG faz parte do Programa de Cooperação Internacional da FAPEMIG; editais e projetos que visam à internacionalização da Universidade são medidas a serem implementadas

A UNIFAL-MG passou a fazer parte do Programa de Cooperação Internacional da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG). A iniciativa pretende promover e estimular a interação entre os pesquisadores mineiros e os atuantes no exterior. Em reunião com o atual presidente da FAPEMIG, Paulo Sérgio Lacerda Beirão, no dia 13/03, na sede da FAPEMIG, foi discutida a proposta da criação de editais e projetos, visando à internacionalização da Universidade.

Atual presidente da FAPEMIG, Paulo Sérgio Lacerda Beirão. (Foto: arquivo pessoal/Prof. Cláudio Carlan)

Na reunião, a UNIFAL-MG foi representada pela pró-reitora de Pesquisa e Pós-Graduação, Profa. Vanessa Bergamin Boralli Marques, e pelo diretor de Relações Internacionais e Interinstitucionais, Prof. Claudio Umpierre Carlan. O evento também contou com um workshop sobre Internacionalização e Inovação para Minas Gerais, expondo as características e importância do programa, apresentado pela diretora de Relações Internacionais da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), profa. Concepta Margaret McManus Pimentel.

Conforme esclarecido pelo Prof. Cláudio Carlan, o objetivo do programa é transformar a internacionalização em mais um ‘pilar’  para a construção de uma instituição de ensino superior de qualidade. “O objetivo principal da FAPEMIG é investir em projetos que relacionem a internacionalização como um dos pilares de sustentação das universidades públicas com os programas de pós-graduação stricto sensu”, afirmou o docente.

Farão parte dos projetos realizados pela FAPEMIG os programas de pós-graduação da UNIFAL-MG que manifestarem interesse. “Uma das exigências da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) é a internacionalização”, salientou o professor Carlan.

Prof. Claudio Umpierre Carlan é diretor de Relações Internacionais e Interinstitucionais da UNIFAL-MG. (Foto: arquivo/Dicom) 

“A UNIFAL-MG tem grande possibilidade de ser agraciada nesses editais, pois temos vários cursos de pós-graduação com um viés internacional. Também foi criada uma comissão para debater, organizar e impulsionar o processo de internacionalização da nossa instituição”, completou o docente.

Recentemente, o resultado preliminar da avaliação quadrienal dos programas de pós-graduação feita pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) apontou avanço na qualidade dos cursos stricto sensu da UNIFAL-MG, aproximando ainda mais dos objetivos proposto pela FAPEMIG, segundo o Prof. Cláudio Carlan.

“Estamos aguardando o edital, mas o projeto inclui visitas técnicas de técnicos e docentes da UNIFAL-MG ao exterior, a recepção de pesquisadores estrangeiros aqui, organização de eventos com publicações, no Brasil e exterior, entre outros”, informou o docente.

 

Sobre o Programa

De acordo com a FAPEMIG, o Programa de Cooperação Internacional possibilita o intercâmbio de experiências e o compartilhamento de conhecimentos, com foco na melhoria das pesquisas realizadas no estado e no desenvolvimento das expertises dos pesquisadores mineiros. O público-alvo do programa é o pesquisador vinculado à Instituição Científica, Tecnológica e de Inovação no Estado de Minas Gerais.

Segundo a Fundação, a qualidade das pesquisas científicas e tecnológicas dos países depende de fatores como a capacidade de cooperação internacional, promovendo a abertura de suas fronteiras, gerando e compartilhando conhecimentos de excelência.

Para eles, contribuir para a mobilidade dos pesquisadores mineiros para fora do país e/ou incentivar pesquisas conjuntas entre eles e pesquisadores do exterior representa a criação de mecanismos capazes de elevar a qualidade da produção científica e tecnológica do estado, por meio do intercâmbio de experiências e competências com os parceiros internacionais.

Entre os impactos esperados pela FAPEMIG, com a criação do programa, estão:

  1. Aumento do número de eventos internacionais realizados em Minas Gerais;
  2. Maior número de pesquisas realizadas em conjunto com pesquisadores de outros países;
  3. Aumento do número de capacitações realizadas no exterior por pesquisadores mineiros;
  4. Crescimento no número de proteções de propriedade intelectual realizadas no exterior;
  5. Aumento das expertises dos pesquisadores mineiros;
  6. Aumento da qualidade das pesquisas realizadas;
  7. Aumento das produções científicas e tecnológicas com parceiros internacionais;
  8. Internacionalização dos nossos conhecimentos e tecnologias.

Para mais informações, acesse: http://www.fapemig.br/pt/linhas-de-fomento/acoes-transversais/programa-de-cooperacao-internacional/

 

 

2024 fevereiro

Semana 4

dom 28
seg 29
ter 30
qua 31
qui 1
sex 2
sáb 3
dom 4
seg 5
ter 6
qua 7
qui 8
sex 9
sáb 10
dom 11
seg 12
ter 13
qua 14
qui 15
sex 16
sáb 17
dom 18
seg 19
ter 20
qua 21
qui 22
sex 23
sáb 24
dom 25
seg 26
ter 27
qua 28
qui 29
sex 1
sáb 2
  • Sem Eventos

  • Sem Eventos

  • Sem Eventos