Ilustrações de cidades coloniais

Aqui você encontra um rico acervo para preparar suas aulas sobre  Ilustrações de cidades coloniais.

Como baixar os arquivos para preparar suas aulas?

Clique sobre a imagem do arquivo e ela será ampliada. Em seguida, basta clicar com o botão direito do mouse sobre a imagem ampliada e escolher a opção Salvar Imagem em ou Salvar imagem como. Em tablets e smartphones basta pressionar o dedo sobre a imagem ampliada e segurar por alguns segundos até aparecer a opção Salvar imagem. Bom trabalho!


Ilustração de 1637 que retrata a vila de Porto Calvo, região correspondente ao atual estado de Alagoas. A vila de Porto Calvo havia sido ocupada pelos holandeses em 1635 e foi palco de  vários conflitos armados durante essa ocupação.

Sugerido pela Equipe REMADIH em 18/09/2021.

 


Planta da vila de Porto Calvo produzida pelos holandeses em 1637. O documento, que não possui assinatura do autor, mostra o casario da vila organizado em função dos caminhos, a igreja, a fortificação e as indicações do posicionamento assumido pelas tropas holandesas durante o conflito de 1637.

Sugerido pela Equipe REMADIH em 18/09/2021.


Desenho de 1780 que retrata a Vila de Barcelos, então capital da Capitania de São Jozé do Rio Negro, que se tornaria mais tarde a Província de Amazonas. O desenho retrata os principais edifícios voltados para o rio, inclusive a capela.

Sugerido pela Equipe REMADIH em 18/09/2021.

 


Planta da Baía de Todos-os-Santos, na cidade de Salvador. O documento data de 1624 e retrata o ataque holandês e a resistência das fortalezas portuguesas. As casas e armazéns são representados de forma simbólica e é dado destaque à igreja, ao conventos e à praça da cidade.

Sugerido pela Equipe REMADIH em 18/09/2021.


Representação, em desenho colorido, da vitória luso-espanhola contra os holandeses em 1625, na cidade de Salvador, Bahia.

Sugerido pela Equipe REMADIH em 18/09/2021.

 

 


Desenho de 1779 que representa figuras culturais de Salvador, bem como os principais fortes da cidade e a Baya de Todos os Santos.

Sugerido pela Equipe REMADIH em 18/09/2021.

 

 


Mapa topográfico de 1785 que retrata a cidade de São Salvador da então Capitania da Bahia.

Sugerido pela Equipe REMADIH em 18/09/2021.

 

 

 


Planta de 1794 de uma aldeia jesuítica na Vila de Santarém. Ela representa, entre outras coisas, o colégio jesuíta e a igreja.

Sugerido pela Equipe REMADIH em 18/09/2021.

 

 

 

 

 

 


Gravura datada de 1645 que representa o forte de uma vila do Ceará.

Sugerido pela Equipe REMADIH em 18/09/2021.

 

 

 


Planta da Vila de Fortaleza datada de 1813. O documento retrata o porto e a área urbana da vila, na qual se observa um arruamento irregular com três praças e duas igrejas.

Sugerido pela Equipe REMADIH em 18/09/2021.

 


Ilustração que representa um esquema do projeto de fortificação da cidade do Rio de Janeiro. Ele foi elaborado pelo Brigadeiro João Massé por volta de 1714.

Sugerido pela Equipe REMADIH em 25/09/2021.

 

 


Desenho que inclui vistas das entradas das barras de Goa, Diú, Rio de Janeiro  e da ilha de Moçambique. Abaixo, há figuras representando usos e costumes no Brasil, na Índia e Macau.

Sugerido pela Equipe REMADIH em 25/09/2021.

 

 


Planta da cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro de 1808. A cidade aparece com ruas retas e quadras retangulares ou trapezoidais.

Sugerido pela Equipe REMADIH em 25/09/2021.

 

 


A gravura mostra o ataque e a conquista do Rio Grande do Norte pelos holandeses, em 1633. É uma das múltiplas gravuras elaboradas pelos holandeses para divulgar, na Europa, as operações militares de conquista do Nordeste do Brasil.

Sugerido pela Equipe REMADIH em 25/09/2021.

 


Desenho que retrata a Villa do Bom Jesus de Cuiabá, hoje a capital do estado do Mato Grosso. A ilustração foi produzida em 1790 durante a chamada “Viagem Filosófica” que, dirigida pelo naturalista Alexandre Rodrigues Ferreira, recolheu amostras e material de pesquisa de várias regiões da Amazônia e da Bacia do Paraguai.

Sugerido pela Equipe REMADIH em 25/09/2021.


Representação da vila de Rio Grande, atual Rio Grande do Sul, antes da ocupação espanhola (1762-1777).

Sugerido pela Equipe REMADIH em 25/09/2021.

 

 

 


Mapa de 1610 publicado por Cornille Nicolas. Ele representa a passagem holandesa no Rio de Janeiro, no final do século XVI e início do XVII.

Sugerido pela Equipe REMADIH em 25/09/2021.

 

 


Imagem idêntica ao desenho ilustrado no livro de Olivier van Noort, de 1602. Ele representa a cidade do Rio de Janeiro.

Sugerido pela Equipe REMADIH em 25/09/2021.

 

 

 


Desenho de 1645 da Baía da Guanabara quando observada a partir do leste (Niterói).

Sugerido pela Equipe REMADIH em 25/09/2021.

 

 

 

 

 

 


Mapa do século XVII que representa a Baía de Guanabara, na cidade do Rio de Janeiro.

Sugerido pela Equipe REMADIH em 25/09/2021.

 

 

 

 

 

 


Gravura que ilustra o livro de François Froger “Relation d’un voyage”. Froger esteve no Brasil em 1695 com o Capitão Gennes, da Marinha francesa. A imagem mostra a cidade do Rio de Janeiro.

Sugerido pela Equipe REMADIH em 25/09/2021.

 


Planta e perfil do forte de São Joaquim do Rio Branco. A obra tinha por objetivo permitir o controle da navegação naquela região que, na época, era considerada remota.

Sugerido pela Equipe REMADIH em 25/09/2021.

 

 


Desenho de Dierick Ruiters realizado entre 1617 e 1618 que retrata Olinda na época em que a cidade foi atacada pelos holandeses.

Sugerido pela Equipe REMADIH em 12/11/2021.

 

 


Folhetos do século XVII que descrevem as operações militares holandesas em Pernambuco durante a invasão em 1610.

Sugerido pela Equipe REMADIH em 12/11/2021.

 

 

 


Mapa do Palácio da Boa Vista construído em 1643 no extremo oeste da Ilha de Antônio Vaz. Os holandeses escolheram a ilha como a sede de seus domínios em Pernambuco quando conquistaram a região.

Sugerido pela Equipe REMADIH em 12/11/2021.


Planta do século XVIII que retrata o desenvolvimento na vila do Recife durante a administração do Marquês de Pombal.

Sugerido pela Equipe REMADIH em 12/11/2021.

 

 



A estampa ilustra o “Atlas du Voyage de La Pérouse”, que acompanha a edição de “Voyage de La Pérouse autour du monde”. A viagem foi iniciada em 1785 e desse ano seria a vista que nos mostra a Ilha de Santa Catarina e a Vila de Nossa Senhora do Desterro.

Sugerido pela Equipe REMADIH em 12/11/2021.


O prospecto mostra os principais edifícios do conjunto extraordinário de  S. Cruz da Ilha Anhatomiri , projetado por Silva Paes: o quartel, tendo ao fundo a casa do comandante e, à direita, a capela.

Sugerido pela Equipe REMADIH em 12/11/2021.

 

 


O Arquivo Histórico Ultramarino de 1747 guarda o projeto do quartel, o maior e certamente o mais elegante dos edifícios que compunham o conjunto da Fortaleza de Santa Cruz na Ilha de Anhatomirim, em Santa Catarina.

Sugerido pela Equipe REMADIH em 12/11/2021.