“João Silva dos Grandes Contos” – Adolfo Mattos

Se você pudesse deixar um legado para posteridade, qual tipo de história você construiria para ser lembrado? João Silva é um cidadão baiano que na busca por reconhecimento, deixa sua cidade e família para construir sua história no sul do país. A fim de realizar seu sonho de se ver representado, porém, João Silva enfrenta muitos desafios. Essa é a sinopse da obra literária “João Silva dos Grandes Contos” que acaba de ser lançada por Adolfo Mattos, discente do curso de Letras da UNIFAL-MG.

“Ingressei no curso de Letras com o objetivo de conseguir destravar e ganhar as habilidades para conseguir escrever”, relata Adolfo Mattos. (Foto: Arquivo Pessoal)

Escrito em forma de soneto, o texto rimado do livro de 110 páginas descreve todo o percurso do personagem João Silva, o qual vai recebendo outros sobrenomes na medida em que avança pelos lugares onde passa, ao mesmo tempo em que busca sobreviver e não abandonar a vontade de mudar a comunidade que o rodeia.

“A ideia do livro é um misto entre ‘Grande Sertão: Veredas’ e ‘Ana Terra’, dois livros maravilhosos da literatura brasileira”, conta o autor. “O nome principal é que, mesmo que João Silva faça grandes feitos, ele ainda é um João Silva, ou seja, um qualquer. No livro, o nome João Silva vai receber vários sobrenomes: João Silva de Figueira, João Silva Furtivo, João Silva das Ideias Falhadas, e assim vai”, acrescenta.

Conforme Adolfo Mattos, a ideia para o livro nasceu há cerca de 11 anos, mas a dificuldade de organizar os dizeres acabou adiando seu sonho, o qual só foi possível realizar quando ingressou no curso de Letras da Universidade. “Este livro começou quando eu tinha 17 anos, mas sempre houve uma dificuldade em conseguir estruturar o livro, conseguir contar a história. Então, enquanto estava fazendo meu mestrado em Ciências Ambientais na UNIFAL-MG, ingressei no curso de Letras com o objetivo de conseguir destravar e ganhar as habilidades para conseguir escrever”, relata.

Adolfo Mattos viu seu sonho ficar mais próximo de se tornar realidade durante a pandemia. “Foi durante a pandemia que a maior parte do livro foi escrita, eu diria que uns 50% dele, com a ajuda dos professores da Letras, em especial, Marcos de Carvalho e Flaviane Carvalho”, revela.

O livro foi publicado pela editora Ases da Literatura no final do mês de agosto e o autor revela como se sente ao vê-lo chegar até o leitor. “A sensação é como a de dar à luz a um filho. É um misto de admiração e de medo, quando ele sai de você e pertence ao mundo, você não tem mais controle sobre ele”, compartilha o autor, que diz já ter outros esboços em mentes. “No próximo ou outro ano teremos mais títulos, com certeza”, conclui.

Confira trecho da obra:

João Silva dos Grandes Contos

A história que aqui vos conto
Fornece um pequeno contraponto
Pois poucos com H escreveriam
Uma estória que nunca ouviriam

Regras gramaticais que se prezem separam
Os contos com H, que devem ser fatos,
E aqueles que pouco aos letrados afetaram
Com E, de esquecidos, serão retratados

Que importância então teriam
De João Silva os grandes feitos
Se sobre eles não recaíam

As regras e os seus efeitos?
Então levemente desapareceriam
Como brisa no ar rarefeito.

Quem se interessar em adquirir a versão física poderá encontrar nos principais sites de venda de livros na internet (Estante Virtual, Amazon, Submarino, Carrefour, Magazine Luiza, Americanas etc.). Em breve, o título também contará com versão e-book na Amazon. 

Copy link
Powered by Social Snap