Nossa homenagem à Terezinha do Rosário dos Santos: mulher, mãe e agente do serviço público com 34 dedicados à UNIFAL-MG

A nossa sexta-feira, 1º de outubro, foi marcada por um trágico acontecimento. A partida da querida Terezinha.  Ela, há 34 anos, atuava como agente do serviço público na função de colaboradora terceirizada, lotada na Faculdade de Odontologia da UNIFAL-MG.

“Seu sorriso, sua gargalhada, sua alegria no serviço e seu coração cheio de amor são algumas das muitas lembranças que guardamos”, disseram seus colegas de trabalho da FO.

Terezinha era uma mulher “caseira” e muito conhecida na UNIFAL-MG. Sua partida gerou muita comoção na comunidade universitária e deixou aquela sensação de “vazio” nas amigas, nos amigos e nos colegas.

Mulher e trabalhadora! Mãe da Francielle! A qual, como escreveu uma grande amiga, Terezinha chamava de “pedaço da minha vida”. Sua filha era um “pedaço” de sua vida e outros “pedaços” são as filhas e filhos que ela “adotou”, com sua simpatia e apoio, ao longo da sua caminhada na UNIFAL-MG.

Terezinha era uma mulher muito religiosa, devota de Nossa Senhora Aparecida. E foi no mês do dia da Santa de sua devoção que ela partiu, pouco antes de completar 66 anos de idade.

A nossa Universidade, onde Terezinha viveu cativando pessoas e oferecendo carinhos, foi o seu ponto de partida. E a UNIFAL-MG, assim como o seu desejo, foi o local das despedidas dos familiares, amigas e amigos e colegas de trabalho.

A Universidade Federal de Alfenas, em nome dos servidores, das servidoras, das estudantes, dos estudantes, das egressas, dos egressos, das estagiárias, dos estagiários, das colaboradoras terceirizadas e dos colaboradores terceirizados, manifesta o profundo pesar pela partida e presta essa singela homenagem à Mulher, à Mãe e à Agente do Serviço Público Terezinha do Rosário dos Santos.

 
“Não existe trabalho ruim, trabalho bom é a gente que faz.” 

Falar da Terezinha em outra ocasião seria extremamente fácil, mas nessa circunstância se torna difícil e doloroso. Uma pessoa de sorriso fácil e contagiante. Uma pessoa amiga que se preocupava com todos como se fosse uma mãezona de cada um. Tenho certeza que todos estão sentindo sua falta e com muita saudade.

Na parte profissional, era muito caprichosa e detalhista com suas tarefas. Nunca deixou de cumprir com suas obrigações e afazeres. Sempre alegre e com sorriso largo estampado no seu rosto. Seu lema era: “Não existe trabalho ruim, trabalho bom é a gente que faz”. 
Sérgio Rocha, colaborador terceirizado da Faculdade de Odontologia.

 

“Depois que descobriu o Whatsapp, seu carinho ultrapassou as fronteiras.”

Ser humano iluminado e de uma alegria contagiante. Sorriso fácil e gargalhada inconfundível. Amorosa e amiga. Antes mandava cartão de Natal impresso e escrito com sua letra bordada. Depois que descobriu o Whatsapp, seu carinho ultrapassou as fronteiras. Mensagens de otimismo, fé e alegria eram vistas diariamente em nossos celulares. Iniciou seu trabalho na antiga Efoa e dedicou 34 anos de sua vida em prol desta, hoje UNIFAL-MG.  Acompanhou muitas gerações de alunos do Curso de Odontologia. Presenciou ex-alunos retornando a esta Universidade como docentes. Recebeu-os com entusiasmo e acolhimento, assim como acolhia cada servidor ou colaborador que chegava. Tinha medo de chuva, mas seu maior medo era de não poder mais trabalhar na UNIFAL-MG. Partiu fazendo o que mais gostava, sem ter reclamado um dia sequer, apenas por ter que sair de férias. Permanecerá viva em nossas memórias. Deixa saudades e exemplos de alegria e ternura.
Débora Virgínia Rossi, técnica em prótese dentária da Faculdade de Odontologia

 

“Um ícone da Faculdade de Odontologia da UNIFAL-MG!”

Terezinha! Um ícone da Faculdade de Odontologia da UNIFAL-MGl! Não era só querida por nós de casa, mas era conhecida em toda a UNIFAL-MG. Para todos tinha um sorriso e uma palavra de carinho, bom humor em pessoa! Chegamos juntas na UNIFAL-MG, há 34 anos, eu ainda como aluna e ela já plantando seu sorriso e alegrias por onde passava. Não abria mão de fazer seu serviço com toda calma e cuidado e sempre com seu radiozinho ligado. Conhecia os alunos e colegas pelo nome. A sua presença fará muita falta, mas tenho certeza que ela está ao lado da sua Mãezinha olhando por nós aqui!
Maira Foresti Vieira Munhoz, professora da Faculdade de Odontologia

 

“Nossos corredores jamais serão os mesmos, pois ao longe já se ouvia sua voz e gargalhadas inconfundíveis.”

 

A Sra. Terezinha estava na Odonto desde 1987. Dedicou sua vida à UNIFAL-MG. Era uma funcionária exemplar, de sorriso fácil e irradiava alegria. Nossos corredores jamais serão os mesmos, pois ao longe já se ouvia sua voz e gargalhadas inconfundíveis.  Perdemos um exemplo de ser humano!
Alessandro Aparecido Pereira, professor e diretor da Faculdade de Odontologia

 

 

“Sua dedicação ao trabalho e seu carinho no trato com todos sempre me lembravam a minha mãe que, como ela, trabalhava na limpeza e no cuidado de uma instituição de ensino.”

Dona Terezinha marcou minha vida por sua alegria e gentileza. Em nossos encontros pelos espaços da UNIFAL-MG, conversámos sobre algumas coisas da vida e da Universidade. Sorriso franco e trato amoroso com todos que cruzavam seu caminho. Sua dedicação ao trabalho e seu carinho no trato com todos sempre me lembravam a minha mãe que, como ela, trabalhava na limpeza e no cuidado de uma instituição de ensino. Sua partida deixa um vazio para todos nós.
Sandro Amadeu Cerveira, reitor e professor do ICHL

Copy link
Powered by Social Snap