De oficinas interativas on-line a ações de promoção de saúde, programa de extensão da UNIFAL-MG desenvolve atividades com população de 60 anos ou mais; no dia Internacional da Pessoa Idosa, conheça a Universidade Aberta à Terceira Idade (Unati)

É comemorado, nesta sexta-feira, 1° de outubro, o Dia Internacional da Pessoa Idosa. Em homenagem à data, a Diretoria de Comunicação Social relembra e apresenta ações desenvolvidas pelo programa de extensão Universidade Aberta à Terceira Idade (UNATI), da UNIFAL-MG, entre 2020 e 2021. Com a pandemia, o programa passou por mudanças de cronogramas e metodologias para se adequar ao modelo remoto. Atividades com os idosos foram desenvolvidas, no período, por meio de ferramentas como WhatsApp e Google Meet. 

Assim como o tema “Equidade digital para todas as idades”, instituído pelas Nações Unidas para celebração neste ano, a Unati buscou inserir os idosos no contexto das novas tecnologias, tais como computadores, smartphones e redes sociais. A ideia foi contribuir para a manutenção do vínculo com a UNIFAL-MG e a ampliação das possibilidades de comunicação e relacionamento dos idosos com familiares e amigos durante o período de distanciamento social.

Entre as atividades, estão os projetos “Vida Ativa”, que compartilha vídeos sobre atividades físicas adaptadas para domicílio, como alongamento, relaxamento e aquecimento, e “Oficinas interativas de arte e cultura: de corpo e alma”, cujo objetivo também é compartilhar vídeos semanalmente, sobre temas variados, para manter a qualidade de vida dos idosos.

Nesta atividade, são propostas ações de estimulação cognitiva que envolvem movimentos corporais, a exemplo do Tai Chi Xuan. “Há, além disso, o envio de mensagens curtas e reflexivas para ajudar a superar as dificuldades desse período, bem como manter contato visual com carinho e afetividade. Atividades são enviadas pelos Correios para todos os participantes, contemplando, assim, aqueles que não possuem acesso ao recurso tecnológico”, explicou a coordenadora adjunta da Unati, professora Tábatta Renata Pereira de Brito, da Faculdade de Nutrição. 

De modo a contribuir para o conhecimento de inglês e espanhol, o programa também conta com a iniciativa “Línguas estrangeiras e suas culturas – socialização e aprendizagem”, para desenvolver oportunidades de articulação à diversidade cultural e à interação com pessoas. No campo da matemática e raciocínio lógico, o projeto em destaque é o “Conversas Matemáticas”, cujo propósito é divulgar, uma vez por semana, produções audiovisuais, exercícios e desafios, promovendo a autonomia em atividades rotineiras.

“Desbravando o corpo humano através da anatomia”, por sua vez, visa proporcionar aos participantes conhecimentos básicos sobre as estruturas que constituem o corpo humano, bem como estabelecer relações entre estrutura e função inerentes aos órgãos e sistemas estudados. Ainda na área da saúde, destacam-se o “Mat Pilates na UNATI”, que realiza exercícios para promoção, prevenção e reabilitação dos idosos, por meio de encontros virtuais via Google Meet, e o projeto “Viver Bem a Nova Idade”. “Nele, são feitas publicações três vezes por semana, no grupo de WhatsApp, a respeito de alimentação e nutrição. Além de postagens informativas, são compartilhadas receitas saudáveis e atividades para estimular a participação dos idosos no grupo”, explicou a Profa. Tábatta de Brito. 

Já no ano de 2020, o projeto “60+, Redes Sociais” realizou o compartilhamento de vídeos de até 10 minutos sobre noções básicas de informática e uso de redes sociais. O “Projeto GerAÇÕES”, também em 2020, possibilitou a ação solidária em prol do Lar São Vicente de aulo de Alfenas e a produção de podcasts para divulgar informações sobre violência contra a pessoa idosa. Em 2021, a iniciativa promove atividades psicoeducativas com cuidadores de idosos, via chamada de vídeo.

Além dos projetos, de 4 a 6 de novembro de 2021, será realizada a 3ª Jornada da UNATI, junto ao 1° Congresso Nacional de Nutrição e Longevidade. O evento pretende trazer discussão e conhecimento sobre os diferentes aspectos da longevidade e a relação com a nutrição, assim como questões relacionadas à gerontologia. Para saber mais sobre o evento, acesse: https://www.unifal-mg.edu.br/cnnl/.

“Espera-se que, em 2022, com segurança, todas as ações da UNATI possam ser retomadas de modo presencial. Do período de pandemia, ficará a lição de estimular a utilização de tais tecnologias, a fim de promover cada vez mais a inclusão digital dos idosos”, finalizou a professora Tábatta de Brito. 

O programa Universidade Aberta à Terceira Idade, coordenado pela pró-reitora de Extensão da UNIFAL-MG, Profa. Eliane Garcia Rezende, conta com a participação de voluntários, docentes e discentes de diferentes unidades acadêmicas da Universidade (Fisioterapia, Pedagogia, Nutrição, Farmácia, Letras, Enfermagem, Matemática, Medicina, Biomedicina e outros), na busca de desenvolver atividades que estimulem os participantes a exercer autonomia no viver e ter qualidade de saúde corporal e mental na perspectiva da pessoa idosa.

 

Copy link
Powered by Social Snap